Quando começar a estudar para concursos

Concentração é importante, escolha um local calmo, claro e sem distrações para estudar.

Mantenha o foco. Se definiu x horas para estudar, não faça outra coisa além de estudar. Desligue o celular, esqueça as redes sociais. Você tem um alvo, foque neste alvo.

Ao montar o seu cronograma de estudos, inclua um tempo para descansar e se distrair; estudo também tem limite. Seu cérebro precisa de descanso. As horas de sono são imprescindíveis para que ele assimile tudo o que você estudou. Desrespeitar as horas de sono é jogar fora as informações que você adquiriu durante o dia. Além disso, programe-se para deixar sábado à tarde e domingo livre. E nessas horas, divirta-se.

Uma coisa importantíssima é tirar pelo menos uma hora por dia para exercitar-se. Caminhe, alongue-se, faça alguma atividade em academia, ou em casa mesmo. Existem muitos programas de exercícios que podem ser feitos na sala da sua casa. Isso vai manter seu corpo sadio e sua mente ativa. Ficar o dia inteiro sentado estudando pode prejudicar a circulação e promover um encurtamento dos músculos. Pelo menos um bom alongamento é item obrigatório, todos os dias.

Escolha um concurso para estudar especificadamente, como o Educa Mais Brasil.

Procure na internet simulados ou provas antigas para que você teste seu conhecimento. Verifique no edital o tempo da sua prova e, se possível use um cronômetro para calcular sua habilidade no teste. Isso vai servir de parâmetro para os próximos simulados. No início é bem provável que você não consiga terminar a prova no tempo disponível, mas isso vai melhorando com o treinamento.

Use um bloco de anotações para expor coisas importantes. Revisão é primordial para que você não esqueça o conteúdo estudado. Rabisque o quanto for necessário. Isto já está provado que ajuda na fixação.

Preste atenção no seu rendimento. Toda vez que estiver difícil de assimilar, pare e descanse. Não adianta forçar sua mente, se ela estiver dando sinal que precisa de pausa. O indicado é descansar 10 minutos a cada hora. Além disso, é uma boa ideia intercalar disciplinas teóricas e as que utilizam cálculos (como matemática, raciocínio lógico, contabilidade, etc.). Isso porque você estará utilizando um lado do cérebro de cada vez. Enquanto um trabalha, o outro descansa.

O YouTube apresenta muito material de apoio e de ensino. Faça um teste, existem videoaulas que podem ajudar muito. Essa ferramenta é poderosa para pessoas que aprendem melhor ouvindo ao invés de apenas lendo.

Leia atentamente o Edital. O Edital é a Lei do Concurso. O que estiver escrito lá deve ser seguido à risca. No Edital estão informações importantes, como data, local e tempo de duração das provas; o que levar e o que NÃO levar; como se comportar, etc. Fique atento.

Preste atenção no edital e em qual será a data de inscrição do Educa Mais Brasil, ou de outro concurso que você vá prestar.

A prática acontece com repetições. Refaça os exercícios mais difíceis pelo menos 8 vezes. Segundo o professor de cursinhos para concursos, Sérgio Carvalho, se você repetir 8 vezes cada exercício, o seu cérebro vai gravá-lo para sempre. Seu tempo de resolução irá diminuir nitidamente. Velocidade no dia da prova é decisiva no resultado.